Palmeiras é atropelado pelo Atlético-PR, mas termina em 2º

Brasileirão

O Palmeiras foi atropelado na última rodada do Campeonato Brasileiro. Neste domingo, na Arena da Baixada, o Verdão entrou em campo buscando confirmar a segunda colocação, foi derrotado por 3 a 0, tendo sofrido os tentos de Ribamar, Éderson e Sidcley ainda na primeira etapa, mas conseguiu manter a vice-liderança. O Furacão, apesar da vitória, não conseguiu chegar ao G9 e vai disputar a Sul-Americana em 2018.

Na primeira partida após renovar seu contrato com o Verdão, Fernando Prass sofreu com a fragilidade defensiva da equipe de Alberto Valentim, e, logo aos cinco minutos, ficou de frente com Ribamar. Em contra-ataque de um escanteio, o atleticano avançou desde o meio-campo e, na saída do goleiro, tocou por cima do camisa 1 para abrir o placar.

Como um replay da partida contra o Avaí, na Ressacada, o Palmeiras tentou o abafa no campo ofensivo, mas um erro individual comprometeu a linha alta palmeirense e proporcionou o segundo gol dos mandantes. Ribamar foi lançado, Yerry Mina errou um corte simples e Luan derrubou o atacante, que ficou de frente com Prass. A arbitragem marcou pênalti e, na cobrança, Éderson ampliou.

Em uma sequência de repetições de erros, a derrota deste domingo teve gols sofridos em sequência pelo Palmeiras. Contra Corinthians, Avaí e Vitória, a situação se repetiu. Prova da apatia alviverde em campo está no fato de que a primeira chance real de gol dos visitantes aconteceu apenas aos 30 minutos, quando Santos – Weverton foi cortado e deve assinar com o Palestra – impediu gol de Dudu. Aos 33, porém, o Atlético-PR matou o jogo.

Fonte gazetaesportiva Site Miséria
Carregando...