Pagamento do PIS/Pasep de idosos começa hoje; veja calendário

Novo lote

Têm direito ao benefício as pessoas que estiveram empregadas entre 1971 e 1988 (Foto: Reprodução)
Têm direito ao benefício as pessoas que estiveram empregadas entre 1971 e 1988 (Foto: Reprodução)

O calendário de pagamento de idosos com direito às cotas do PIS/Pasep começa nesta quinta-feira para pessoas com 70 anos ou mais. O pagamento prossegue até dezembro, de acordo com a situação do beneficiário (veja calendário abaixo). O pagamento do PIS está sob responsabilidade da Caixa Econômica Federal, enquanto o Pasep é administrado pelo Banco do Brasil.

Para agilizar o pagamento, 1.334 agências do BB abrirão uma hora mais cedo de hoje até o dia 31 para atendimento exclusivo aos cotistas do Pasep. A lista das unidades com horário especial está disponível na página da internet. A Caixa não informou nenhum esquema especial de atendimento.

Segundo o Ministério do Trabalho, serão disponibilizados 15,9 bilhões de reais para 8 milhões de pessoas com direito às cotas do PIS/Pasep. Na terça-feira, a Caixa e o BB depositaram as cotas para os beneficiários que são correntistas das instituições.

Têm direito ao benefício as pessoas que estiveram empregadas entre 1971 e 1988. Essas cotas podem ser sacadas em algumas situações, como aposentadoria, invalidez ou por idade: 65 anos (homens) e 62 (mulheres). Enquanto não são sacadas, as cotas geram rendimentos, que podem ser recebidos anualmente.

Quem ingressou no mercado de trabalho após 1990 tem direito a outra modalidade do PIS/Pasep, os abonos salariais. Eles também são pagos anualmente. Nesse caso, não há cota a ser sacada.

Os responsáveis pelos pagamentos são a Caixa Econômica Federal (PIS) e Banco do Brasil (Pasep). O valor médio a ser sacado é de 1.200 reais por pessoa.

A segunda etapa de pagamento começa em 17 de novembro para os aposentados, independentemente da idade. No dia 14 de dezembro, começam os pagamentos para homens com mais de 65 anos e mulheres com mais de 62, mesmo que não aposentados.

Como sacar

No caso da Caixa, quem tem até 1.500 reais, poderá retirar o valor com a Senha Cidadão, nos terminais de autoatendimento. Entre 1.500 e 3.000 reais é necessário ter o Cartão do Cidadão e senha.

Valores acima de 3.000 reais só poderão ser retirados nas agências bancárias. Quem tem conta corrente, Caixa Fácil ou poupança na Caixa terá o valor depositado diretamente nas contas.

O Banco do Brasil também vai depositar os valores diretamente na conta dos trabalhadores que já forem clientes do banco. Os demais precisarão fazer uma consulta do saldo e, em seguida, uma transferência bancária.

Como consultar o saldo

Trabalhadores vinculados ao PIS devem buscar informações na Caixa.

Servidores públicos vinculados ao Pasep devem buscar informações no Banco do Brasil.

Fonte Site Miséria
Carregando...