Casal é preso em Campos Sales após matar um jovem à facadas e enterrar perto de sua residência

Pura perversidade

Dionio e Jaqueline foram autuados em flagrante nesta madrugada pelo Delegado de Crato, Flávio Santos, por homicídio qualificado e ocultação de cadáver (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Um homicídio com requintes de perversidade e ocultação do cadáver foi registrado na zona rural de Campos Sales. Roberto Alexandre da Silva, de 26 anos, que residia na Agrovila Santa Maria naquele município foi morto a golpes de faca por um casal e enterrado numa cova rasa perto da residência dos acusados no Sítio Queimadas. O fato chegou ao conhecimento da polícia por volta das 20h30min através de uma Irma da vítima no caso Antonia Maria da Silva, residente na Agrovila.

Segundo ela, seu irmão saiu de casa na noite de quinta-feira em sua moto Honda de cor vermelha na direção do Assentamento Lagoa do Miguel, a fim de beber com amigos. Ontem, Antonia foi avisada por populares sobre o achado de um cadáver enterrado numa cova rasa no Sítio Queimadas quando uma patrulha com os Sargentos Juca e Arlindo, o Cabo Antonio e o Soldados Fernandes foi ao local. Os PMs notaram vestígios que o corpo tinha sido arrastado desde uma casa próxima até a cova.

No imóvel, os policiais prenderam Dionio Joaquim de Sousa, de 21, e sua companheira Jaqueline da Silva de Barros, de 22 anos. O casal negou a autoria do crime afirmando que nem tinham conhecimento do crime homicídio. Uma pessoa que mora perto disse ter ouvido na noite de quinta o barulho de uma moto estacionando na casa de Dionio e, depois, gritos de socorro. Posteriormente, o casal foi à residência do vizinho, o deficiente visual “Zé Arnon” para ver a novela na TV notando que estavam nervosos.

Ainda segundo “Zé Arnon”, por volta das 9 horas de ontem, Jaqueline teria retornado à sua casa pedindo uma pá emprestada e devolvendo-a pouco depois junto com uma faca que nem era do deficiente. Dionio apresentou aos PMs um documento da justiça de São Paulo de progressão de regime de pena por roubo e o casal foi trazido à Delegacia de Crato com a testemunha quando foram ouvidos pelo Delegado Flávio Santos. Os dois terminaram autuados por homicídio qualificado e ocultação de cadáver. Foram apreendidas ainda a faca usada no crime e a pá, mas a moto da vítima não foi encontrada. O casal já se encontra recolhido à cadeia pública de Campos Sales.

Este foi o primeiro homicídio do mês de novembro em Campos Sales e o décimo terceiro de 2017 no município, onde 16 pessoas tombaram mortas no decorrer do ano passado. O último deste ano tinha ocorrido no dia 28 de outubro num terreno murado em construção na Rua Celerino N. de Carvalho (Bairro Guarani), onde o agricultor Romário Costa da Silva, de 30 anos, foi baleado na cabeça por dois homens usando capacetes numa moto pequena.

Fonte Site Miséria
Texto Demontier Tenório
Carregando...