Dois jovens de Juazeiro foram mortos a tiros em Barbalha e já são 20 homicídios no município

Matança no Cariri

Exatamente uma semana após, dois homicídios foram registrados no município de Barbalha. Por volta das 23h30min desta quarta-feira foi registrado um duplo homicídio no Sítio Lagoa em Barbalha já perto do bairro Campo Alegre na divisa com Juazeiro. As vítimas trafegavam numa moto cinquentinha quando foram atocaiadas e executadas provavelmente na direção de suas residências em Juazeiro. Policiais militares de Barbalha estiveram no local, mas não obtiveram informações sobre a autoria delitiva.

Luiz Carlos dos Santos, de 21, residia no bairro Tiradentes, e Jeferson Vieira dos Santos, de 24 anos, morava no bairro Betolândia ambos em Juazeiro. Este último respondia procedimento por crime de trânsito e Ação Penal por lesão corporal, cujo Inquérito policial foi protocolado no dia 2 de julho de 2014 na Comarca de Juazeiro se constituindo num crime de violência doméstica contra Vitória Viviane Vieira dos Santos. Já em setembro Jeferson comunicou à polícia ter sido vítima de um furto.

Por outro lado, na madrugada do dia 15 de agosto de 2013, no cruzamento das ruas Sebastião Mariano e Ivany Feitosa, no bairro Tiradentes, ele caiu de sua moto e sofreu um profundo corte na cabeça. O mesmo pilotava o veículo quando perdeu o controle após subir num monte de areia ali colocado por operários que trabalhavam em uma operação tapa-buracos na Rua Sebastião Mariano. Na época, Jeferson foi socorrido pelo GSU do Corpo de Bombeiros ao Hospital Regional do Cariri.

Com estes dois já são quatro homicídios no mês de novembro em Barbalha e um total de 20 este ano no município. O último tinha acontecido na tarde do dia 8 quando o comerciante Francisco Wille de Amorim Silva, de 49 anos, foi morto a tiros dentro do seu mercantil na Avenida Jules Rimet no bairro Bela Vista. Por coincidência, ontem um irmão de Wille foi assassinato a tiros em Salgueiro e outro já tinha sido morto em julho em Serrita, também no Pernambuco.

Fonte Site Miséria
Texto Demontier Tenório
Carregando...