Agricultor é preso com armas, grande quantidade de munições, aves e animais abatidos em Crato

Defesa ambiental

O agricultor Paulo Alves, de 37 anos, foi preso por volta das 15 horas desta quarta-feira no Sítio Jaburu (Distrito de Ponta da Serra) na zona rural de Crato. Na operação conjunta que recebeu o nome de Mandacaru reunindo militares da Polícia Ambiental e pessoal do IBAMA, ele foi flagrado na estrada de acesso à sua residência com uma espingarda a tiracolo e um bornal durante caça na localidade.

Os Sargentos Oliveira, Sobreira, Filho e Leite foram até à casa dele encontrando duas espingardas calibre 12, outra calibre 36 e mais uma calibre 22, bem como 16 cartuchos calibre 36, dez calibre 38, um total de 298 munições calibre 12, vinte calibre 380 e mais 322 calibre 22. Além disso 12 aves em cativeiro, 20 avoantes e um tatu abatidos e mais três rabos de Tatu. Paulo foi autuado pelo Delegado de Crato, Levi Leal, e vai responder por porte e posse de arma e crime ambiental.

ARMA BRANCA – Esta semana, porém nas imediações do Calçadão no centro de Várzea Alegre, policiais militares prenderam o agricultor Francisco das Chagas Rolim, de 64 anos. O mesmo estava exibindo uma faca e ameaçando alguns populares que passavam no local. Ele foi preso em flagrante com a arma branca e levado para autuação na Delegacia de Várzea Alegre.

Fonte Site Miséria
Texto Demontier Tenório
Carregando...