Ceará reage no segundo tempo e empata com o Vila Nova

Fora de casa

0 24
AtacanteRoberto, autor do gol do empate do Ceará, foi um dos destaques da equipe na partida com boas jogadas e auxiliando na marcação (Foto: André Costa)

Vivendo momento de transição após a saída do ex-técnico Givanildo Oliveira e a chegada de Marcelo Chamusca, que iniciará seu trabalho hoje, o Ceará arrancou um empate em 1 a 1 com o Vila Nova/GO fora de casa, ontem à noite pela 9ª rodada da Série B do Brasileiro.

Comandado pelo técnico interino Daniel Azambuja, o Alvinegro voltou a mostrar um futebol inconstante, saindo atrás no placar e igualando no segundo tempo. Com o resultado, o Vovô está na 12ª colocação com 12 pontos, dois do G4, mas também apenas dois de vantagem para o Z-4.

O próximo compromisso do Ceará é já no sábado, 24, contra o Oeste/SP no estádio Presidente Vargas, às 16h30, estreia do técnico Marcelo Chamusca, que tentará assim, fazer o clube voltar a vencer na Série B, o que não acontece à três jogos.

O técnico interino do Ceará, Daniel Azambuja, preferiu alterar o mínimo possível a equipe que vinha jogando com o ex-técnico Givanildo Oliveira, para não descaracterizá-la e buscar uma boa atuação. Assim, apenas Arthur ganhou a posição de Magno Alves, poupado, e Raul retornou ao meio campo após cumprir suspensão no posto de Jackson Caucaia.

Mas com a equipe vivendo um momento técnico ruim na competição, o Vovô demorou para entrar no jogo, não finalizando uma vez com perigo nos primeiros 45 minutos.

Na etapa inicial a equipe até que buscou tocar a bola em busca de espaços, mas não teve qualidade – ou para tranquilidade – para criar jogadas. Assim, sem inspiração para criar jogadas em tabelas ou bom toque de bola, não faltaram cruzamentos para a área buscando os atacantes ou quem estivesse lá, mas nenhuma tentativa encontrou alguém que finalizasse.

Já o time da casa, mesmo fazendo também uma partida ruim, conseguiu pelo menos finalizar uma vez no primeiro tempo e marcar seu gol: aos 17 minutos, Alan Mineiro arriscou o chute de fora da área e com ajuda do ´morrinho´ artilheiro, a bola quicou e enganou o goleiro Éverson: 1 a 0 para o Vila Nova/GO.

Entrada de Ricardinho

E como a criação de jogadas foi nula na etapa inicial, o técnico Daniel Azambuja lançou para o segundo tempo certamente seu jogador com mais qualidade técnica e de passe: o meia Ricardinho, que retornou aos gramados após dois meses se recuperando de lesão no tornozelo.

E o Alvinegro melhorou na etapa final. Aos 10 minutos, Pedro Ken finalizou para a defesa do goleiro Wendell e na sequência da jogada, Arthur recebeu passe de Roberto e chutou raspando a trave.

Com a entrada de Felipe Menezes no lugar de Richardson, o Ceará ficou ainda mais ofensivo e chegou ao empate aos 20 minutos em cobrança de pênalti após o zagueiro Rafael Pereira chutar de fora da área e Guilherme Teixeira tocar a mão na bola. Na cobrança, Roberto bateu bem e empatou: 1 a 1.

A partir daí o jogo ficou mais aberto e equilibrado, com o Vovô atacando e o Vila contra-atacando, mas o placar não foi mais alterado.

Fonte Diário do Nordeste Site Miséria
você pode gostar também