Fla fura retranca do Vasco e vence em São Januário após 44 anos

Campeonato brasileiro

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

Após 44 anos de jejum, o Flamengo, enfim, bateu o Vasco em São Januário. Com um gol de Everton, de cabeça, o Fla venceu por 1 a 0 e assumiu a vice-liderança do Campeonato Brasileiro. O Vasco, por sua vez, se manteve na 6ª colocação. As posições ainda poderão ser alteradas até o final desta rodada.

O último triunfo rubro-negro ocorrera em janeiro de 1973 – 1 x 0, gol de Paulo César Caju em jogo pela Taça Cidade do Rio de Janeiro. Depois, foram cinco jogos de invencibilidade cruzmaltina no local: outro jogo ainda em 1973, dois empates em 1992 e a vitória vascaína de 2005.

O jogo se dividiu entre um péssimo primeiro tempo e uma etapa final mais animada. Graças ao potencial individual de seus jogadores, o Flamengo levou a melhor e saiu festejando o triunfo.

Agora o Flamengo encara o Grêmio, quarta-feira, na Ilha do Urubu. Já o Vasco visita o Vitória, também na quarta, no Barradão.

Após o apito final, uma briga generalizada tomou conta de São Januário. Revoltados com a derrota, os vascaínos lançaram bombas para dentro do gramado e entraram em confronto com os policiais. O estádio virou um campo de batalha e os arredores do estádio viraram uma praça de guerra.

Duro de ver

O clássico que reúne as duas maiores torcidas do Rio de Janeiro não foi digno da sua grandeza nos primeiros 45 minutos de bola rolando.

Na primeira metade, o que se viu em São Januário foi um festival de faltas, passes errados e muita falta de imaginação de parte a parte. Como tem um time mais técnico, o Flamengo ficou mais tempo no campo de ataque, mas não chegou a ameaçar verdadeiramente o rival.

O resultado disso foi um primeiro tempo de pouquíssimos momentos de lucidez e futebol bem jogado. Em lugar disso, muita marcação, bolas perdidas e disputa no meio de campo. Exceção feita a uma conclusão de Diego e uma de Guerrero, nada de melhor aconteceu em campo.

Bem melhor

Após os péssimos primeiros 45 minutos, os dois times proporcionaram um espetáculo bem melhor na etapa final, com mais alternativas e inspiração de parte a parte.

Com as equipes mais abertas, os times alternaram boas oportunidades e transformaram uma partida gelada em uma disputa quente. Com mais qualidade técnica, o Flamengo levou mais perigo e conseguiu abrir a contagem, com Everton, que aproveitou belo cruzamento de Everton Ribeiro.

Antes disso, o Vasco já tinha marcado com Luis Fabiano, mas o camisa 9 estava impedido. A partir do gol rubro-negro, o jogo ficou aberto e os times tentaram o gol. O Fla quase ampliou com Everton Ribeiro, que foi travado na conclusão.

O resultado final fez justiça ao time que teve mais iniciativa e que buscou a vitória com mais afinco desde o início do jogo.

O melhor

Em sua quarta partida pelo Flamengo, Éverton Ribeiro vai evoluindo a cada jogo. Em São Januário, ele foi o principal responsável pelas melhores jogadas rubro-negras e teve participação direta no gol de Everton. O camisa 7 fez belo jogo e quase marcou um gol quando o Fla já vencia.

Fera ferida

Aos 14 da etapa final, o atacante Guerrero subiu para uma disputa com Henrique e se deu mal. No choque, o peruano ficou com um enorme galo na nuca e teve de ser substituído por Damião.

Confusão

No início do segundo tempo, a Polícia Militar teve problemas para conter uma grande confusão na torcida do Vasco, que brigou entre si na arquibancada. Após muita correria e confusão, os policiais conseguiram acalmar os ânimos. O clima era de insegurança durante todo o jogo – especialmente no lado vascaíno das arquibancadas.

Visitantes animados

Apesar de ser minoria, a torcida rubro-negra fez barulho em São Januário. Espremida em um cantinho do estádio, a galera cantou e tentou empurrar o time. Em seu Twitter, o Flamengo registrou a festa de sua torcida, que saiu ainda mais feliz com a vitória.

Baixas

As equipes ainda voltaram para casa com problemas na bagagem. Com incômodo no adutor esquerdo, o zagueiro Rhodolfo saiu e será reavaliado na segunda. Estreante da tarde, o volante Bruno Paulista também sentiu e foi substituído na primeira etapa.

Mau exemplo

A diretoria do Vasco resolveu dificultar um pouco a vida da delegação rubro-negra. Ao não permitir que a sala de imprensa de São Januário fosse utilizada pelos visitantes, os vascaínos obrigaram os rubro-negros a conceder as entrevistas coletivas dentro do gramado.

Coutinho na área

Philippe Coutinho aproveitou os dias de férias no Rio de Janeiro para visitar seu clube de origem. O meia do Liverpool e da seleção brasileira esteve em São Januário na tarde deste sábado (8), durante o clássico entre Vasco e Flamengo.

Exaltado pelos vascaínos, o jogador foi recebido pelo presidente do clube, Eurico Miranda, posou para fotos e ganhou uma camisa cruzmaltina do cartola.

VASCO X FLAMENGO

Data/hora: 08/07/2017, às 18h (de Brasília)
Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Auxiliares: Rafael da Silva Alves (RS) e Elio Nepomuceno de Andrade Júnior (RS)
Cartões amarelos: Guerrero (FLA); Paulão, Luis Fabiano, Nenê, Andrey (VAS)
Cartões vermelhos: nenhum
Gols: Everton, aos 17 minutos do segundo tempo

Vasco
Martín Silva; Gilberto, Rafael Marques, Paulão e Henrique; Wellington, Bruno Paulista (Andrey), Nenê, Mateus Vital (Wagner) e Yago Pikachu (Manga Escobar); Luis Fabiano Técnico: Milton Mendes

Flamengo
Thiago; Rodinei, Rafael Vaz, Rhodolfo (Léo Duarte) (Romulo) e Trauco; Márcio Araújo, Cuéllar e Diego; Everton Ribeiro, Everton e Guerrero (Leandro Damião) Técnico: Zé Ricardo

Fonte UOL
Carregando...